A Terra e as Gentes

A Comissão criou um boletim trimestral para divulgação de notícias relacionadas com a Aldeia.

Pretende-se que seja um documento de informação local e de ponte de ligação da aldeia com os seus conterrâneos e amigos.

o Primeiro número está disponível para consulta em Boletins

 

Restaurante em Cepos - Concurso

Está aberto o concurso para a exploração do restaurante na Chã da Cabeça, em Cepos.

 

O Concurso para exploração d'"O Miradouro" encontra-se aberto até 28 de maio com as condições anexas.

 

Esperemos que este ano seja ano de restaurante

 

Aquisição de unidades Caprinas no rebanho comunitário

A comissão divulga o comunicado feito pelo CD dos Baldios de Cepos e Casal Novo no que diz respeito à aquisição de ativos no rebanho dos Compartes.

Aliado a esta iniciativa a Direção da Comissão resolveu auxiliar esta ajuda estando em conversações com o CD dos Baldios onde apoiar, divulgaremos oportunamente o nosso contributo

O Conselho Diretivo dos Baldios de Cepos e Casal Novo informa todos os Compartes, que estão abertas as candidaturas, até ao dia 30 de Junho do corrente ano, para aquisição de 50 ativos no valor de 125.00€ cada,
aumentando o rebanho para 150 unidades.
Os Compartes interessados devem endereçar a esta entidade, requerimento, onde conste a identificação, número de contribuinte, morada, contacto, número de ativos que pretende adquirir e enviar para um dos seguintes endereços:
Rua da Eirinha, 3300-222 Cepos Arganil.
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

A pandemia e o Associativismo

 

 

A Pandemia e o associativismo

 

O Mundo acordou no início de 2020 para um pandemia cuja maioria da população nunca viveu.

 

Passado cerca de 1 ano desde o começo das contabilizações, números, medidas mais ou menos populares, confinamento, desconfinamento, reconfinamento, incertezas e dúvidas que assolam o país e levam muitos para o desespero, desemprego e dificuldades.

 

Semelhante por todo Portugal, o verão foi atípico nas aldeias da serra do açor, que desta vez não se pintaram de cor nem som nas tradicionais festas de verão.

 

Como qualquer organismo que vive do convívio e colaboração das gentes que o apoiam, as coletividades ressentem-se destas imposições.

 

Resta-nos enfrentar esta ameaça com a força e a perseverança conhecidas dos regionalistas e esperança em momentos melhores.

 

Planos e projetos adiados, mas não cancelados.

 

Nesta altura ainda é incerto a realização da festa, numa altura em que deveriam estar assegurados contratos e alinhados os programas.

 

Queremos ainda assim, e se as condições permitirem, assegurar a parte religiosa o quanto antes, no sentido de manter a tradição.

 

Se por um lado a vontade de união e confraternização é grande, por outro a população que caracteriza as nossas aldeias, na sua maioria sénior, é um grupo de Risco.

 

Impõe-se reduzir a exposição da nossa população aos riscos, para preservação da individualidade e da história da aldeia.

 

Um bem haja a todos, 

 

 

Desconfinamento

Bom dia amigos

A comissão espera que se encontrem todos bem dentro desta pandemia ainda incerta quanto ao seu desfecho. Foi aprovado em conselho de ministros o plano de desconfinamento de modo a retomar gradualmente a atividade normal dentro das medidas do possível.

A Comissão alerta para que sejam cumpridas as medidas postas em prática nomeadamente no cumprimento da distância de isolamento e na adopção de máscaras em locais com várias pessoas. 

Apelamos a que cumpram o designado sob pena de multas por parte das autoridades. 

Agradecemos a vossa atenção e protegam-se!